Follow by Email

domingo, 5 de abril de 2009

Filosofia e Poesia - Reinério Simões

*Procuro meu porto no oceano infinito do Ser. * RSimões-

Vidência -
*Reinério Simões

o poeta
não inventa novo porquê.
o poetanão explica,
não coagula
o sangue da existência
sob a ordem dos fatores,
não decifra a causa,
não desmonta a casa,
não analisa, não centrifuga,
não equaciona, não mistura
os elementos e a fuga
para purificar alquimias mortas,
não localiza portas,
não abre janelas
para conforto da insônia,
não zera,
não rascunha,
não cunha a tábua
perdida da Babilônia.
o poeta não pensa:
o poeta vê.
- do livro QUIDAM, São Paulo, Scortecci Editora, 1989-
*Reinério Luiz Moreira Simões -é colaborador do Canal de Filosofia do Espaço Ecos Portal VMD


Filosofia e Poesia - Art and Philosophy

Existem muitos lugares no espaço real
onde o pensamento livre habita.
Existem muitos sítios no espaço virtual
onde a mente livremente digita.
Entre o hipertexto e a pedra filosofal
pulsam muitos bytes, correm vários links
no estreito cibermomento que vai do coração ao pensamento.
Se és humano em busca de transcender os horizontes do humano,
se és caminhante em busca do devaneio criador,
descansa um momento nesta simples morada.
Passam por aqui e festejam neste cais
todos os navegantes surreais!

Reinério Simões
Copacabana/Rio de Janeiro/Brasil -1997
Reinério Luiz Moreira Simões