Follow by Email

sábado, 24 de abril de 2010

Inabilidade

       
* virgínia além mar

Ai que minha memória falha
Tomo gincobiloba e faço meditação
Sonetar exige mais que coração
E, se o mestre à minha rima ralha?


Um sábado foi preciso a calha
Um punhado de sol e contemplação
Mais que um amor, malhação
Contudo sei excesso atrapalha...

Razão e emoção conjugados
Pitadas de sonho e lembranças
Ofício de Poeta nos quer acordados

De Soneto não sou professor
Com errâncias construo sentenças
Faço do exercício e mau jeito meu confessor


ilustração fonte internet