Follow by Email

sábado, 24 de abril de 2010

Inabilidade

       
* virgínia além mar

Ai que minha memória falha
Tomo gincobiloba e faço meditação
Sonetar exige mais que coração
E, se o mestre à minha rima ralha?


Um sábado foi preciso a calha
Um punhado de sol e contemplação
Mais que um amor, malhação
Contudo sei excesso atrapalha...

Razão e emoção conjugados
Pitadas de sonho e lembranças
Ofício de Poeta nos quer acordados

De Soneto não sou professor
Com errâncias construo sentenças
Faço do exercício e mau jeito meu confessor


ilustração fonte internet

5 comentários:

  1. Virgínia, Virgínia...
    E se fosse professora?
    Não teria mais espaço para ninguém!
    Parabens querida!
    Um abraço, bordado de papoilas, que é assim que estão pintados os campos desta terra.
    Rida
    Ridamar Batista, membro efetivo da Academia de Letras do Brasil, indicação de Vania Moreira Diniz, Presidenta- Posse marcada para 23 de agosto em Brasília.

    ResponderExcluir
  2. Querida,
    que belo poema, quanta inspiração!
    Boa semana,
    Abraços de chuva mansa,

    Mariah de Olivieri

    ResponderExcluir
  3. Vica querida,
    Lindo e expressivo seu soneto principalmente porque inclui na poesia o dia a dia com o ritmo harmonioso da poesia.
    E chegamos à conclusão lendo esse seu belo soneto que a vida é poesia tanto nos momentos pueris como nos grandes acontecimentos
    Parabéns sempre!
    beijos e carinho
    Vânia

    ResponderExcluir
  4. Simplesmente deliciosas Vi!
    tanto a poesia como a imagem...muitooooo lindassss!
    Você é mágica com as palavras...rima alegre inspiração com reais necessidades!
    Teu poetar tem uma suavidade que é só tua...e uma liberdade admirável!
    Parabéns e super agradecida pela beleza de soneto que nos trouxe PoetAmiga Virgínia além mar
    Faz bem para alma te ler viu...

    beijinhos em gorjeios de andorinha da Li que te Adora

    ResponderExcluir
  5. a todos amigos um abraço agradecido, afinal !" vc. que me le me ajuda a nascer " Clarice Lispector

    ResponderExcluir

comentários são bem vindos, grata!