Follow by Email

sábado, 3 de abril de 2010

Ale luia


A l e luia

* virgínia além mar


vento seca as lágrimas das sarjetas
pouco fria é a noite de outono
o piar da coruja afasta som das beretas
a chuva da tarde devolveu ritmo ao dono

não há samba na vizinhança nem marretas
uma calma assola e embala o sono
as mãos de anjos entregues estão as caretas
sábado santo de aleluia é plano

madrugada alta acorda luar
o piar da coruja cessou
ouve-se ao longe canção de ninar

pirilampo dançou
uma estrela apareceu
e um cristão ajoelhou-se e rezou ...