Follow by Email

terça-feira, 3 de novembro de 2009

O Poder do ponto de vista humano - divulgando e desabafando


Quanto mais alienada a juventude maior facilidade às quadrilhas engravatadas também, continuarem agindo ... Desinformação, falta de instrução, de lideranças comprometidas em mudança de raiz dá nisso .. O Poder corrompe e a traição é inevitável (? ). A caminhada evolutiva mostra o quanto as questões subjetivas estão envolvidas nos problemas objetivos.

Se não assistiram indico : Ives Gandra da Silva Martins fala sobre novo livro. "Uma Breve Teoria do Poder" analisa a busca pelo poder do ponto de vista da natureza humana. no link a entrevista no Programa do Jô exibido dia 27/10/09 ( logo abaixo )

Estou muito a fim de comprar o livro, vou buscar na Feira que acontece em Poá até 15 deste mes .
Decidi postar o vídeo após ter lido na Isto é independente - Corrupção nanica, estrago gigante-http://www.terra.com.br/istoe/edicoes/2086/artigo155173-1.htm
e ter recebido um chamado para uma manifestação pública em repúdio ao descaso das autoridades e sistema de saúde à epidemia do crack..
Não há fatos isolados tudo está relacionado, corrupção drogas, luta pelo poder , manipulações...Buscar a paz implica em conhecer um pouco mais sobre a natureza humana e tentar melhorar a si mesmo, arregaçar as mangas ,




escrevendo, marchando, cantando, enviando @, divulgando o que se acha interessante.... Tenho feito o que posso, sem culpa mas por impulso ou por instinto de sobrevivência mesmo... Confesso ;ando bem cansada, e enojada mas resta um alento e vontade de lutar na esperança que cada um tenha real interesse por sua vida e o comprometimento com o todo, que não nos sintamos demasiadamente impotentes ao ponto de calar . Creio que cegueiras e anestesias já não nos servem assim como os governantes que não o fazem ...
e buscar a paz implica em conhecer um pouco mais sobre a natureza humana e tentar melhorar a si mesmo, arregaçar as mangas , escrevendo, marchando, cantando, enviando @, divulgando o que se acha interessante...




Tenho feito o que posso, sem culpa mas por impulso ou por instinto de sobrevivência mesmo... Confesso ;ando bem cansada, e enojada mas resta um alento e vontade de lutar na esperança que cada um tenha real interesse por sua vida e o comprometimento com o todo, que não nos sintamos demasiadamente impotentes ao ponto de calar . Creio que cegueiras e anestesias já não nos servem assim como os governantes que não o fazem ...