Follow by Email

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Poeta II -virgínia fulber *além mar -20 de Outubro dia do Poeta

Poeta -*virgínia fulber – além mar

Continue com tuas metáforas
Figuras de linguagem embelezam e
Amenizam tua solidão consciente
Esta que cultuas, que cantas e te faz rir
Poeta, aprecias a conquista do inconquistável.
Enquanto Poeta estás noutro plano
no plano dos que se libertaram e passam pela vida
Passam sem angústia da busca de preencher-se
com um outro, pois a tudo e a todos internalizas
através da alteralidade, sensibilidade, empatia...
Poeta te unificas e beatificas na sacralidade;
Sabendo-te pó, tudo e nada , livre para criar e recriar-te

Poeta observador de tuas próprias emoções
Buscas alívio e esvaziar-se do sofrido
e fugir de ti
Reinventando motivos para continuares pronto;
Âncora erguida, ao mar!
Tuas velas altivas são asas, arranham céu...
Poeta és ontológicamente navegante
Errante em miríades de sensações
De verso em verso buscas
conquistar o inconquistável;
Desifrar enigmas anímicos
e tocando a lira sem querer, encantas
e algo oculto no outro fio, tecido alcanças...

*outubro 011*