Follow by Email

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

O BEIJO QUE NÃO DEI -Antonio Augusto Bandeira

O BEIJO QUE NÃO DEI -Antonio Augusto Bandeira


Gosto muito de Buenos Aires. Já escrevi que, para mim, é uma cidade européia dentro da América Latina.

Nesta caminhada lembrei de muito do passado. Da minha estada com amigos, o Botão e o Adilar,do encontro com a filha e mulher do meu querido amigo falecido Dante, de outras passagens, de lugares e acontecimentos.

Não fui de excursão, revi lugares conhecidos, buscando sempre o novo.

Uma das coisas que me chamou atenção foi ver homens beijando homens. Não eram gays.Casais se encontrando , esposas se beijando, maridos também.

Estranhei. mas o fato se repetia sempre na naturalidade do que é natural.

Para nós.brasileiros, estranho!.

Quando meu pai estava morrendo, achava que era tuberculose e não era, lembro que entrei no seu quarto e lhe disse que sabia seu pensamento, mas não era verdadeiro, e que as gurias podiam entrar.

O coitado, de feliz, ficou com lágrimas nos olhos e o máximo de carinho que consegui fazer foi passar a mão na sua testa.

Pois este beijo que não dei, foi uma das recordações que tive neste passeio á Buenos Aires.

***************************************************