Follow by Email

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

de Vânia Moreira Diniz - Eu Chorei, eu chorei ... Então, devolvi a ti o mar, enfim irmã amada

Eu chorei, chorei
De Vânia Moreira Diniz


Em terno AGRADECIMENTO à Vica Além Mar,
Minha amiga, minha irmã.

Eu Chorei, chorei,
De emoção, ternura e reconhecimento,
De lágrimas que purificaram meu coração,
Numa amizade longa, profunda e verdadeira,
De um mundo pacífico, bondoso e ameno.

Eu chorei, chorei,
Ao sentir o carinho e parceria expressos,
Cada linha a sugerir bondade em cada passo,
Recordando-me momentos difíceis e belos,
Que ultrapassamos no riso e no pranto.

Eu chorei, chorei,
Ao sentir os anos que tinham velozmente corrido,
Os cognomes com que tínhamos nos batizado,
Em momentos de confidências e ternos desabafos,
Ao sentir a empatia que liderou nosso convívio.

Eu chorei, chorei,
Ao lembrar-me da literatura que ambas amamos,
Dos silêncios ou palavras no virtual diálogo,
A força que nos unia em instantes trágicos,
E que nos fazia caminhar, as lágrimas enxugando.

Eu chorei, chorei,
Na alegria que se manifestava no soerguimento,
Na poesia que emanava tão naturalmente,
Da prosa literária que nos fazia esquecer os prantos
e poder descrever a vida tão espontaneamente.

Eu chorei, chorei,
Ao lembrar-me das vitórias, cada palavra saboreando,
Da luz da literatura que nos uniu e lembrou
Que vivemos cada minuto em fiel afeto comemorando,
E deixando que as lágrimas desçam celebrando,
Alegria, amor, amizade, união coração unidos e felizes.

Obrigada com lágrimas, muito sorriso, emoção e sem
Palavras com o peito apertado em muito carinho,
Obrigada! Oh Deus me sugira a mais forte palavra
Para que eu possa expressar a minha felicidade.

Eu chorei, chorei, eu sorri, sorri
De felicidade e de ventura, lágrimas e muitos risos
Eu chorei, eu sorri e lhe abraço, literatura e vida,
Eu sorri, sorri , em meio às lágrimas de felicidade.

Oh Deus me envie a palavra para que mais possa chorar,
Rindo, rindo muito entre abraços, afeto e carinho.
Amada amiga e irmã Virgínia Além MarOBRIGADA!
Vânia Moreira Diniz



Minha irmã de sonhos e vida

Vâninha Poeta do que se vive e mais além em sonho se constrói
enfim devolvo-te ao sal
tempero da terra , solo do oceânico dom
ânima e animus integran-se
num doce alívio da ansiedade
por tanta felicidade que faz doer o coração ...
Dissolvendo comoção em veros és encanto
vela altiva , convite ao alto mar
de salivadas palavras
À ti minha flor de copacabana
um recorte de agrado;
o meu mais terno momento deste dia
num abraço alegre pela aceitação
de singela homenagem
lembrando o rouxinol e a rosa de Oscar Wilde
que cada um ecebe com o coração que tem
És esta que recebe com grandiosidade
e retribuis de forma inusitada
deixando esta tua irmã envaidecida
por participar de tua grandiosa vida
hoje amplamente em festa ! virgínia além mar

Vânia Moreira Diniz ANIVERSÁRIO 21 outubro 09

Vânia Moreira Diniz ANIVERSÁRIO 21 outubro 09

Eco Arte - - o medo não cria f. Venturini - Michèle Sato

clique nas imagens para ver detalhes