Follow by Email

quarta-feira, 28 de abril de 2010

A filosofia do ser e a filosofia do extra-ser – Platão, Aristóteles e os Estoicos

Aula de 19/05/1994 – A filosofia do ser e a filosofia do extra-ser – Platão, Aristóteles e os estoicos

Cl: A vida organiza, é centro. Ela centrifica! Todo ser vivo ele vê. Vê é uma palavra falsa, ele percebe. Pode perceber acusticamente, sonoramente, seja lá como for, ele percebe essas imagens segundo ele.


Agora, uma vez acabada a vida, o que acontece? O caos retorna!
....

Um pintor austríaco, chamado Paul Klee, se coloca como um artista que ao invés de centrar a sua visão do mundo em cima da sua percepção ele quer apreender o mundo segundo o que ele chama de PONTO GRIS. (Marquem esse nome).

Ponto gris é um nome meio português meio espanhol meio francês… Como o Paul Klee é austríaco, seria diferente.

Ponto gris. É como se ele apreendesse o caos. Ou seja, pra ele o artista não apreende (vou usar a Cacau) uma matéria formalizada. Porque a percepção só apreende matéria formalizada, só apreende imagens formalizadas. O Paul Klee apreenderia o que ele está chamando de ponto gris. O ponto gris é uma matéria caótica.
...
http://claudioulpiano.org.br.s87743.gridserver.com/?p=2450


Um comentário:

  1. Virgínia minha queridíssima Amiga!
    Sem palavras para dizer o tanto que faz feliz
    meu espírito por deliciosas leituras que nos oferece!
    Que alegria é ler o filósofo Claudio Ulpiano!
    (vou ler mais um pouquinho dele...risos...

    É indescritível a generosidade do teu compartilhar Amiga Poeta Pura Poesia Virgínia além Mar! Grata sempre...
    Grata pela lindeza de imagem também Vi

    beijinhos com carinho infinito da Li que te admira muitão

    ResponderExcluir

comentários são bem vindos, grata!