Follow by Email

sábado, 1 de maio de 2010

SIMPATIA - Primeiro de Maio

* virgínia além mar
Na luta irmão
na palavra expressão de sentimento
na organização fermento
Trabalhadores são a riqueza da nação

Compadeço-me diante àqueles que direitos não vêem
de lançar mão de regime escravo
que, sendo os mais humildes o suficiente não tem
Quem os livra de jornada e imposto pesado ?


Ergo uma bandeira, a de liberdade
que só pode haver com justiça e igualdade
No mais íntimo me comovo
diante o desprezo à grande parte deste povo

Alinhavo minha fibras aos que esperam
Abraço o pensamento dos que perseveram
busco tecer atitude
que acolhe o trabalho como suprema virtude

Aos aristocratas, burgues e burocratas falta convicção
nada lhes falta, desconhecem empatia
e dos diferentes não enxergam a valentia
Aos esquecidos e ou ilustres trabalhadores minhas saudações



Em 23 de Abril de 1919 o senado francês ratifica o dia de 8 horas e proclama o dia 1 de Maio desse ano dia feriado. Em 1920 a Rússia adota o 1º de Maio como feriado nacional, e este exemplo é seguido por muitos outros países. Apesar de até hoje os estadunidenses se negarem a reconhecer essa data como sendo o Dia do Trabalhador, em 1890 a luta dos trabalhadores estadunidenses conseguiu que o Congresso aprovasse que a jornada de trabalho fosse reduzida de 16 para 8 horas diárias...

7 comentários:

  1. POetisa, este poema revela o teu compromisso com a massa de trabalhadores que fazem desse país uma grande nação!! aplauso, por tua sensibilidade!!Silvanio Alves http://recantodasletras.uol.com.br/poesias/2230668

    ResponderExcluir
  2. AMEI ..és demais poetamiga!
    bjos de bemquerença.Sempre
    Maria Edilia

    ResponderExcluir
  3. BRAVO!BRAVO!BRAVO! Virgínia além mar... PARABÉNS!
    Que Iluminada defensora esses valentes trabalhadores ganharam!
    Poeta guerreira que não dispensa a força de sua ternura para os menos favorecidos...
    Como sempre....Linda e Emocionante Poesia Amiga querida!

    Junto-me a sua indignação para com os patrões que não se envergonham de tirar vantagens dos trabalhadores que preocupados em sustentar suas famílias não percebem que estão sendo enganados

    Emocionada agradeço a oportunidade de poder te ler e ainda te chamar de Amiga!

    beijinhos com carinho mais abraço apertadinho da Li tua fã número Um

    ResponderExcluir
  4. Minha doce Eliana, Li Andorinha Poetamiga vibrante. Como é revitalizante receber tuas impressões de leitura. Adorei que deixaste registro no Recanto e no Contemporaneas tbém. Os @ vão para uma pastinha e n. damos conta de reler o carinho dos amigos, mas nos espaço virtuais que cultivamos, vez por outra relemos os comentários e a alegria de comungar sentimento é potencializada.

    Fica eternizado o momento que compartilhamos a emoção, intensidade é isto !

    um grande e grato abraço da tua leitora, amiga e fã

    virgínia

    ResponderExcluir
  5. Vica querida,

    Caminhei com você nesse poema maravilhoso e humano e percorri esse caminho que você andou com
    nossos irmãos carentes de apoio e carinho.
    A igualdade e fraternidade são nossos principais estandartes a favor de nossos irmão de caminhada.
    Continuemos nessa luta para que um dia, pelo menos nossos descendentes possam transitar num mundo menos perverso e mais justo.
    Parabéns pela beleza do poema e também por essa luta por justica.
    Beijos e carinho
    Vânia

    ResponderExcluir
  6. Vaninha querida irmã de escrita, luta e vida te sei convicta de que nossa pena há de servir à busca de justiça, de igualdade de direiros colocados em exercício. Da cidadania nos imbuimos para continua ousando expressar nossa indignação e louvor aos operários e a todos irmãos que em situação menos prvilegiada ou em perseguição se encontram.
    Muito obrigada Poeta, Escritora de minha mais profunda e verdadeira admiração.
    abraços da tua virgínia

    ResponderExcluir

comentários são bem vindos, grata!