Follow by Email

sábado, 14 de novembro de 2009

Dia Mundial da Filosofia - 15 de Nov. 19-11 UFRJ RJ

Dia Mundial da Filosofia na UFRJ - 2009


A Casa da Ciência da Universidade Federal do Rio de Janeiro será o palco da segunda edição do encontro Dia Mundial da Filosofia no Brasil, evento em comemoração à data criada pela UNESCO, em 2002. ...



Mais do que um dia de evento, o projeto pretende ser um colaborador para com iniciativas consonantes, uma antena para a Filosofia do mundo e um canal aberto entre a Filosofia e todos aqueles que buscam nela o conhecimento para a vida.

De forma a alinhar o projeto às perspectivas da UNESCO, a equipe do Dia Mundial da Filosofia no Brasil tem o prazer de convidar a todos para esse dia de reflexão e debate acerca do saber contemporâneo e de como ele pode ser implementado em favor da vida e da liberdade de pensamento.

3 comentários:

  1. «A FILOSOFIA É UM MOVIMENTO INCESSANTE ENTRE A IGNORÂNCIA E O SABER, ENTRE O SABER E AIGNORÂNCIA E UMA CERTA PARAGEM NESSE MOVIMENTO.»
    Merleau-Ponty

    «EU SÓ SOU AFECTADO POR AQUILO QUE CONSIGO SENTIR ATRAVÈS DO MEU CORPO.»
    Miguel Costa

    «ESCREVE-SE DA FILOSOFIA SEM SE TER APRENDIDO, COM A HUMILDADE E O ZÊ-LO A REQUERER, O VOCABULÁRIO ESSENCIAL, A MORFOLOGIA ELEMENTAR, A LINGUAGEM, DIGAMOS, E OS PRINCÍPIOS DE TRABALHO QUE TODOS OS PENSADORES TÊM CONHECIDO E USADO.»
    Agostinho da Silva

    «EU NÃO TENHO FILOSOFIA: TENHO SENTIDOS.»
    Alberto Caeiro

    «OS POETAS MÍSTICOS SÃO FILÓSOFOS DOENTES, E OS FILÓSOFOS SÃO HOMENS DOIDOS.»
    Alberto Caeiro

    «HOUVE CERTAMENTE QUEM TIVESSE EM POUCA CONTA SUBMETER-SE À FILOSOFIA QUE ENSINAVA E MAIS ATENDESSE À HABILIDADE QUE À SERIEDADE DA INTELIGÊNCIA; A ESSES, PORÉM, QUE JÁ ERAM PROFESSORES E SE CHAMAVAM SOFISTAS, FICOU O NOME QUE ADOPTAVAM PRESO COMO UMA INJÚRIA NA MEMÓRIA DOS HOMENS E QUASE SE ENCONTRARAM EXCLUÍDOS DO GRÉMIO DOS FILÓSOFOS ESTRUTURAIS. PROLIFERAM, NO ENTANTO.»
    Agostinho da Silva

    «MUITOS SE SACRIFICARAM, EM OBEDIÊNCIA ÀS SUAS IDEIAS FILOSÓFICAS, QUANDO DESAPROVAVAM OS CRIMES DOS TIRANOS E RECLAMAVAM A LIBERDADE.»
    Agostinho da Silva

    «NÃO SERIA MAU QUE SE TORNASSEM A MOSTRAR AS ALMAS E QUE A FILOSOFIA DEIXASSE DE SER APENAS UMA DISCIPLINA ENSINÁVEL PARA VOLTAR A CONSTITUIR UM ENGRANDECIMENTO E UMA RAZÃO DE VIDA.»
    Agostinho da Silva


    «CORRERIA TALVEZ MELHOR O MUNDO SE AS ESCOLAS DE EXISTÊNCIA FILOSÓFICA AGISSEM COMO UM FERMENTO, FOSSEM A GUARDA DA PURA IDEIA, DESSEM UM EXEMPLO DE ASCETISMO, DE TENACIDADE, DE ALEGRIA, (QUE DESPERTASSEM) A ACTIVIDADE NO ATAQUE DE TODAS AS DOUTRINAS QUE SIGNIFICASSEM A DIMINUIÇÃO DO ESPÍRITO.»
    Agostinho da Silva

    «EU NÃO TENHO TEORIAS. EU NÃO TENHO FILOSOFIA. EU VEJO MAS NÃO SEI NADA.»
    Alberto Caeiro

    ResponderExcluir
  2. A Atitude Filosófica
    Convite a Filosofia
    Imaginemos, agora, alguém que tomasse uma decisão muito estranha e começasse a fazer perguntas inesperadas. Em vez de “que horas são?” ou “que dia é hoje?”, perguntasse: O que é o tempo? Em vez de dizer “está sonhando” ou “ficou maluca”, quisesse saber: O que é o sonho? A loucura? A razão?.
    Se essa pessoa fosse substituindo sucessivamente suas perguntas, suas afirmações por outras: “Onde há fumaça, há fogo”, ou “não saia na chuva para não ficar resfriado”, por: O que é causa? O que é efeito?, “seja objetivo”, ou “eles são muito subjetivos”, por: O que é a objetividade? O que é a subjetividade?; “Esta casa é mais bonita do que a outra”, por: O que é “mais”? O que é “menos”? O que é belo?
    Em vez de gritar “mentiroso”, questionasse: O que é a verdade? O que é o falso? O que é o erro? O que é a mentira? Quando existe verdade e por quê? Quando existe ilusão e por quê?
    Se, em vez de falar na subjetividade dos namorados, inquirisse: O que é o amor? O que é o desejo? O que são os sentimentos?
    Se, em lugar de discorrer tranqüilamente sobre “maior” e “menor” ou “claro” e “escuro”, resolvesse investigar: O que é a quantidade? O que é a qualidade?
    E se, em vez de afirmar que gosta de alguém porque possuiu as mesmas idéias, os mesmos gostos, as mesmas preferências e os mesmos valores, preferisse analisar: O que é o valor? O que é um valor moral? O que é um valor artístico? O que é a moral? O que é a vontade? O que é a liberdade?
    Alguém que tomasse essa decisão, estaria tomando distância da vida cotidiana e de si mesmo, teria passado a indagar o que são as crenças e os sentimentos que alimentam, silenciosamente, nossa existência.
    Ao tomar essa distância, estaria interrogando a si mesmo, desejando conhecer por que cremos no que cremos, por que sentimos o que sentimos e o que são nossas crenças e nossos sentimentos. Esse alguém estaria começando a adotar o que chamamos de atitude filosófica.
    Assim, uma primeira resposta à pergunta “O que é Filosofia?” poderia ser: A decisão de não aceitar como óbvias e evidentes as coisas, as idéias, os fatos, as situações, os valores, os comportamentos de nossa existência cotidiana: jamais aceitá-los sem antes havê-los investigado e compreendido.
    Perguntara, certa vez, a um filósofo: “Para que Filosofia?”. E ele respondeu: “Para não darmos nossa aceitação imediata às coisas, sem maiores considerações”.

    CHAUÍ, Marilena. A atitude filosófica. In: Convite à filosofia. São Paulo: Ática, 1997.

    ResponderExcluir
  3. «A FILOSOFIA É O MAIS SAUDÁVEL ALIMENTO PARA O ESPÍRITO»
    Isabel Rosete

    «A ATITUDE FILOSÓFICA É A ÚNICA ATITUDE VERDADEIRAMENTE HUMANA.»
    Isabel Rosete

    «A FILOSOFIA É O CAMINHO PERFEITO PARA A CONQUISTA DA VERDADE E DA SABEDORIA.»
    Isabel Rosete

    «SÓ PELA FILOSOFIA PODEREMOS ESCUTAR A REALIDADE QUE SE ESCONDE PARA ALÉM DAS ILUSÓRIAS APARÊNCIAS.»
    Isabel Rosete

    «MESMO QUANDO NEGAMOS A FILOSOFIA, ESTAMOS A AFIRMAR A SUA EXISTÊNCIA INDISCUTÍVEL.»
    Isabel Rosete

    ...

    ResponderExcluir

comentários são bem vindos, grata!