Follow by Email

domingo, 17 de outubro de 2010

Sonho passarinho

Sonho passarinho...
Eliana f.v. – Li Andorinha

Num mundo de terra sem cimento
O transporte é a imaginação
Sem pressa de chegar

Cidades surgem de gargalhadas
E as casas são como os jardins
Onde o afeto brinca a vontade

Ladeado por árvores evoluindo nativas
E a grama amaciando os passos...
Esse mundo é essência pura!

Nele sou a risada das fadas
Caminhando pela estrada
Sem medo de ser atropelada

Pois as ruas não oferecem perigo
São feitas de alegria solar
Com gotas de orvalho marinho

Elaboradas principalmente
Para a folia no banho de chuva
E a corrida das sensações ao vento

Gente grande?!... São como pássaros...
Cuidando da liberdade de suas crias
Alimentando-as com carinho
***
*
imagem do magnífico fotógrafo 
Cesar Andrade 



Um comentário:

  1. realmente minha doce Poeta Li Andorinha...este é um sonho passarinho... sonho que cada vez mais desaparece dando espaço a selva de pedras, por isto é importante lutarmos, com as ferramentas que possuimos,para renovar anseios de preservar o que ainda resta , a respiração da terra ... bjs tua fã e amiga virgínia

    ResponderExcluir

comentários são bem vindos, grata!