Follow by Email

domingo, 20 de março de 2011

Lira de Novo Outono - *virgínia além mar

Outono em aquarela
Revela suspiros
Alma se agita em respiros
Paineiras colorem a tela


Luar de março pronuncia
E sentimentos revela
Verão se despede e anuncia
Uma folhagem diversa.



Escorre mel dos versos
Aquece manhãs e distâncias
Nuvens; distinta errância...


A lira doce desarma os perversos
Caules nus deflagram fragrâncias
Perfazendo o que outrora embevecia...

Um comentário:

  1. Tua poesia é uma festa para minha alma Virgínia querida!
    Com refinada sensibilidade absorve toda magia da lua cheia, toda beleza do outono, e com primorosos versos faz meus olhos brilharem de alegria! Grata!
    Grata pelo abraço, poesia, e linda imagem Poetinha que Adoro!
    Viva a Poesia e a nova estação que chega enluarada!

    Para você uma chuva de estrelinhas coloridas
    mais beijinhos com carinho infinito e admiração...
    da Li

    ResponderExcluir

comentários são bem vindos, grata!