Follow by Email

sexta-feira, 6 de março de 2009

Mulher, para sempre…

Mulher, para sempre…

Por: Isabel Rosete

Ex. mos Senhores,
Ex. mas Senhoras,

Deixemo-nos de eufemismos. O Dia Internacional da Mulher é todos os dias, porque:

Não há, propriamente falando, mulheres e homens;
Há, apenas, seres humanos, com algumas diferenças genéticas inevitáveis e inultrapassáveis;
Há, apenas, seres humanos, com igualdade de Direitos e de Deveres;
Há, apenas, a óbvia dissemelhança do Mesmo. E o Mesmo é aqui, tão-só e simplesmente, isso a que chamamos de Humanidade, naturalmente, diversa, naturalmente, enformada em múltiplas dimensões.

Por isso, afirmemos, sem receios, sem véus, sem dúvidas:

Mulher, para sempre…
Uma dádiva da Natureza,
O lugar originário da Criação…

Em ti carregas
As sementes da Re-novação,
Contigo arrastas
O gérmen oculto de outras Vidas,
No Mundo lançadas,
Como um Dom,
Sempre esperado,
Sempre desejado,
Nunca esgotado…

O teu Ventre é Sagrado,
Oh, Mulher!
Fonte jorrante da Vida,
Que em cada embrião eternizas…

Os teus Seios,
Símbolos,
Sinais
Do alimento Divino,
Que Corpos e Almas fortificam…


Os ciclos da Vida multiplicas,
Em doce ou vã alegria,
A sucessão das gerações asseguras,
Sempre prenhe de fertilidade…

Em ti acolhes
Oh, Mulher!
Todos os frutos,
Todos os rebentos,
Com a genuína graça
Do Re-nascimento,
Infinito,
De Novas Idades…
-- Isabel Rosetehttp://isabelrosete.blogspot.com/http://isabelroseteheidegger.blogspot.com/http://isabelrosetefilosofias.blogspot.pthttp://www.prof2000.pt/users/secjest/Isarosete/omeupensamentoviaja.htmhttp://www.vaniadiniz.pro.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentários são bem vindos, grata!