Follow by Email

terça-feira, 28 de abril de 2009

Dia da Educação-

''Cultura e arte são instrumentos privilegiados para a educação''
Talita Mochiute -http://aprendiz.uol.com.br/content/wreswewron.mmp



Dia da Educação... que educação?
HOJE É DIA DO QUE NÃO EXISTE!
Flávio Boleiz Júnior (Em referência ao dia 28 de abril de 2008 - Dia da Educação)

http://blog.forumeducacao.zip.net/
* Flávio Boleiz Júnior é ecopedagogo e pesquisador em educação.
É representante oficial da Carta da Terra no Brasil.
boleiz@usp.br


“Uma escola que vai mal, vai mal porque não tem condições de ensino. Se a escola pública ruim tiver alunos, por que ela vai alterar a sua dinâmica? Essa mentalidade [de que é melhor estudar em uma escola ruim do que não estudar] é que tem mantido a... posso usar uma palavra forte? A mediocridade nesse país. Melhor o ruim do que o nada. Eu já penso assim: melhor nada que o ruim. Porque aí, o nada para mim é buscar o melhor.”Neide Noffs, diretora da Faculdade de Educação da PUC-SP, em entrevista sobre a tabulação dos resultados do Enem do ano passado por instituições de ensino (Folha de SP, 29/4)

“O bom rapaz da favela vai aprender coisas importantes [na escola pública], mas não são coisas valorizadas, que caem no vestibular. Outra coisa é o seguinte: na escola privada tem uma cobrança maior, professor não pode faltar; na pública, ele falta. Então, essas coisas sim são diferentes.

Agora, se você pensar em termos de métodos pedagógicos, as duas escolas estão iguaizinhas. As duas estão muito ruins. O sistema de ensino da escola privada é de séculos atrás, igual ao da pública.

Ainda pegam crianças e confinam em classe.
Isso é uma coisa criminosa.
Não para o senso comum, mas, para especialistas, sim.”-Vitor Henrique Paro, professor da Faculdade de Educação da USP, em entrevista sobre a tabulação dos resultados do Enem do ano passado por instituições de ensino (Folha de SP, 29/4)

se Educa
capricha na escuta
um novo ser ao mundo veio
mudo ?
surdo ?
estúpido ?
não creio
chegou atento
aberto
com olhos
a ver
mãos para conhecer
surge como esperança
pois se novo
mundaças
estará a promover

se educas
facilita o outro a p en s a r
e a ser a mundaça
que dele
se espera
e não apenas espelho
do que eras... *vica além mar
#################################

Rubem Alves: A complicada arte de ver

Há muitas pessoas de visão perfeita que nada vêem. "Não é bastante não ser cego para ver as árvores e as flores. Não basta abrir a janela para ver os campos e os rios", escreveu Alberto Caeiro, heterônimo de Fernando Pessoa.
O ato de ver não é coisa natural. Precisa ser aprendido. Nietzsche sabia disso e afirmou que a primeira tarefa da educação é ensinar a ver. O zen-budismo concorda, e toda a sua espiritualidade é uma busca da experiência chamada "satori", a abertura do "terceiro olho". Não sei se Cummings se inspirava no zen-budismo, mas o fato é que escreveu: "Agora os ouvidos dos meus ouvidos acordaram e agora os olhos dos meus olhos se abriram".

Educação
Eliana f.v. –Li Andorinha

Educação onde está...
que não percebo sua ação?

Vejo tantos desacertos
criança indo adiante
com pouco saber

Até mesmo sem entender
o que a professora quer dizer

ao ouvi-la sussurrar
você foi aprovada

Entra no jogo social...
esconde sua curiosidade natural...

E com a mesma falta de interesse
chega em casa e diz
mãe passei... 29-04-2009

Um comentário:

  1. Maravilhosa postagem Vica querida!!!!
    Teu compartilhar é um aprendizado que
    não se encontra em nenhuma escola...
    sempre acompanhado do seu fascinante poetar
    te ler faz um bem enorme para nossa alma...
    Excelente essa que nos deixou aqui!!!
    PARABÉNS! E SUPER AGRADECIDA SEMPRE!
    beijinhos com carinho mais admiração da Li

    ResponderExcluir

comentários são bem vindos, grata!