Follow by Email

sábado, 30 de maio de 2009

Ele Nietzsche e os laços afetivos

Ele Nietzsche e os laços afetivos







Certa vez encontrei , em uma louca viagem à Salvador uma pessoa incrível.
Nossos caminhos se cruzaram literalmente .Foi uma das experiências mais bonitas de minha vida. Foram poucas pessoas que conheci com abertura intelectual, sensibilidade e disponibilidade que realmente, impressionaram-me.Ajudou-me com bagagens, com informações e ainda com tempo para uma conversa enquanto despedia-se de seu irmão . Foi ainda no Aéreoporto que

citei-lhe Nietzsche e minha profunda identificação com este filósofo.
Do breve encontro nasceu uma amizade.Trocamos telefones após gentilmente ter-me acompanhado na noite alta , numa atitude cuidadosa . No decorrer de minha estada na cidade, passamos algumas horas percorrendo as ruas de Salvador. O Pelourinho mostrou-me com seus olhos de historiador, geólogo e artista.

Ao retornar passamos a nos corresponder, foram poucas cartas e imenso aprendizado, trocamos livros e nos perdemos...Hoje Rubens Antonio encontra-me através da Comunidade CF4 , no Orkut, creio que foi este o ponto de encontro; Recebi deste um E Mail lembrando de que lhe havia enviado um Livro de Nietzsche anos passados, identificando-se.
Que surpresa espetacular ! Havia esquecido-me deste fato, certo que lembro de suas letras e do livro sobre Pedras Preciosas da Bahia que ofereceu-me entre outra preciosidades .Bem nos reencontramos no universo virtual agora,nesta tarde onde maio despede-se com chuva generosa aqui no RS, assim como generosas sempre são as colheitas dos verdadeiros encontros.Pois bem sem querer alongar-me, passei a seu convite ,em um de seus Blogs e, encontro no final de seu excelente trabalho sobre Nietzsche prediletas citações do filósofo, que não resito em compartilhar , afinal amigos são realmente aqueles que conhecem bem nossa alma !

- Só alcançaremos êxito se formos fiéis a nós mesmos... Sou inteligente porque demonstro afabilidade, sem qualquer grão de soberba ou desprezo secreto...
A minha fórmula para a grandeza do ser humano é “Faça o Amor!” a qualquer tempo-

Ao querido Rubens Antonio meu grande brinde e à vocês deixo o convite à leitura do Trabalhoacima mencionado desta vida singular -


Nietzsche e o Nazismo - Nas asas da Mentira e, se desejarem a um texto meu, bstante singelo intitulado Auto realização em busca da felicidade...
Bem esta é minha contribuição ao belíssimo Jornal do C F4

, com meu afetuoso e grato abraço , virgínia f. além mar -imagem Escher

2 comentários:

  1. Maravilhoso Virgínia...amiga, escritora, e poeta tão filosófica! E que admiro muito!
    aceitei seu convite e me deliciei com a
    leitura no blog do Antonio Rubens...Adorei!

    Também Reli o teu texto " Auto realização em busca da felicidade...Mais uma vez fico te aplaudindo agradecida Vi

    QUE IMAGEM DESLUMBRANTE!!!!

    beijos de super carinho da Li tua admiradora

    ResponderExcluir
  2. Rubens Antonio disse... http://jornaldocf4.blogspot.com/2009/05/ele-nietzsche-e-os-lacos-afetivos.html

    Amigas. Eu, naqueles idos anos, seguia este caminho de busca do Saber. E Saber, o Saber de Verdade, é aquele que não só buscamos como devemos compartilhar. Encontrei, ali, com a imensa curiosidade, contemplação, inteligência, sensibilidade e simpatia da Virgínia. Tornou-se irresistível transmitir a ela algo do que eu sabia, racionalmente, e percebia, sentimentalmente, naquelas ruas, edificações, ambiência, história... Agora, creio que poderia fazê-lo de maneira mais qualificada, amiga Virgínia. Precisamente sobre a trajetória histórico-sentimental, as modificações que ocorreram naquele espaço, é que assentei meu mestrado. Então, aquele passeio, querida Virgínia, integra fundamentalmente o caminho da minha formação. O livro que Vc a mim ofertou, "Nietzsche, sa vie, sa ouvre", de André Creson, encontra-se como destaque na minha coleção. E foi com o sorriso pleno que eu vi seu nome girando qual farol, no CF4, a me convocar a dizer: "Psiu! Moça! Ó eu aqui." Obrigado a Vc, Virgínia, e a Vc, Cris, por esse carinho. Por este cantinho abençoado. Esta Luz macia que jamais ofusca. Sempre ilumina. Sempre conforta. Sempre vela por nossos passos. ;o)

    31 de Maio de 2009 06:56

    ResponderExcluir

comentários são bem vindos, grata!