Follow by Email

domingo, 14 de fevereiro de 2010

Poeta é o Mar

Poeta é o Mar
Eliana f.v. - Li Andorinha

No colorido que o sol murmura ao adormecer
Ouço atenta... o que o oceano quer dizer...
Alada! Ponho-me em suas ondas a sonhar
Com a emoção desaguando em meu olhar

Diluída no afago encantado das espumas
Efêmeras são as crenças tidas como certas
Pois intensa é a fragilidade que me sustenta
Quando sei que é o cosmo que me abriga

Imersa nesse caos que a inspiração faz existir
Renasço em poesia no aconchego do horizonte
Ousando crer que o céu abraçou o mar por mim

Nessa perfeita conexão do universo e meus instintos
Fértil é a sensação de ternura em todo meu ser
Poeta é o mar... Que se faz doce amar em meu espírito

2 comentários:

  1. Belíssimo! poeta é o mar... mar de inspiração, profundo,lindo e infinito. Já li no Jardim Cósmico, poema encantador, como v Li! =*

    Parabéns!!

    bjos

    ResponderExcluir
  2. querida Li Andorinha, sim o Mar é Poeta e Poesia

    com sua sonoridade que imaginamos perene

    embala-nos em direção às inspirações e devaneios

    íntimos .

    grata querida por lindo Poema Foto e por teu carinho

    que as cinzas da quarta feira estejam plenas de renascimento

    abraços da tua amiga e fã,

    virgínia além mar

    ResponderExcluir

comentários são bem vindos, grata!