Follow by Email

domingo, 4 de dezembro de 2011

Vitória !

Vitória ! - virgínia fulber

Perdôo-me
E peço me perdoem
os adversários, a lucidez e a filosofia
Mas a voz soltei pra cantar
Meu time bicolor riograndense
Um GOOLLL bradei !


Assistindo rubro e branco
Perco identidade!
Misturo-me a multidão em coro;
Timão!


No coro minha voz some
Entre as mais jovens e potentes
Comoção ao final !

É fogo fátuo, alegria que pouco dura
Basta o pc ligar e noutras vou entrar...
Mas agora tremula bandeira
Palpita o peito, adrenalina a mil
Viro guria!


Salve Internacional
em direção à Copa Libertadores da América !


Obrigada meninos, vocês fizeram bonito
Por momentos perdi a noção
Foi embora filosofia
Viver bichoo de estimação...
Povo que por uma vitória
Sente o sabor da glória
Pelo menos num domingo...


Entregue ao fascínio das massas
Tornei-me mais humana, bastante demasiado
Valeu o rubor na face, vestimenta e bandeira
Me fez rejuvenescer...

Por que a vida é pouca tantas vezes
Para tantos, exigentes os chefes
A carteira vazia..
As mazelas do mundo imensas
Precisamos de alguns gladiadores
Para fugir e simplesmente gritar
É GOOOOLLLLLLLLLLLL!

Um comentário:

  1. Que Linda minha Amiga Virgínia!!! tuas palavras descrevem bem o que vai na alma de uma torcedora confessa! Um poema florido desse teu sorriso de satisfação...contagia até mesmo que torce para outro time...rsrs...Parabéns para a Poeta-torcedora!
    Gostoso de ler e sentir essa explosão de energia compartilhada!

    beijinhos POetAmiga Virgínia F Momberger !

    ResponderExcluir

comentários são bem vindos, grata!