Follow by Email

sexta-feira, 13 de março de 2009

Poetar da Infância - Eliana f.v. – Li Andorinha


Poetar da Infância
Eliana f.v. – Li Andorinha

Lembranças conspiram com as fadas...
junto aos pássaros e as cigarras
Cantarolam no sorriso da sensação...
O poetar da infância

Onde a imaginação coletiva...
misturava-se a realidade
sem nenhuma recriminação

No auge da fantasia...
desbravadores comemoravam
até mesmo, descobertas não entendidas

Para esses livres pensadores...
de invenções colossais, tudo era festa...
O exagero não existia

Com a janela da madrugada aberta
sem dúvidas...jogavam suas redes ao luar
colhendo sonhos infinitos

Hoje sei... Pescavam versos alegres
enfrentando ondas enormes
Em um mar ainda desconhecido...
de poesias

Poesias estas... Suas Vidas!
-
13/03/2099

Um comentário:

  1. Virgínia Poeta Amiga muito querida
    FICOU LINDO! ESPECIAL! UM SONHO PASSARINHO!
    Obrigada por essa sensação indescritível Vi !!!

    Que LINDA surpresa!!! Isto não é uma Ilustração...É um ninho dos mais aconchegantes que só tua inspiração Iluminada de delicadeza... sabe oferecer!!!
    Sem palavras para te agradecer...Emocionada, olho para a lua fazendo arte com as nuvens no céu, e por ela te envio todo meu bem querer
    e agradeço a tua amizade preciosa e teu compartilhar em versos que faz minha alma dançar com a inspiração
    Virgínia além mar...poetinha... És uma estrela guia!!!

    beijinhos em gorgeios de andorinha feliz...da Li com carinho admirado

    ResponderExcluir

comentários são bem vindos, grata!